Make your own free website on Tripod.com

Ecologia de Populações

Começo | Densidade e Abundância | Distribuição Espacial | Demografia | Dependencia de Densidade | Historia Vital e Estratégias Reprodutivas | Tabelas de Vida | Crescimento Populacional | Dependencia e Independencia da densidade | Regulação populacional | Competição | Respostas funcionais e numéricas | Predação | Escala | Habitat e Nicho | Meta-Populações | Mapa da disciplina

Escala

Diferentes processos físicos e biológicos podem ter interações dinâmicas que operam na mesma escala  temporal e e espacial.

 
Temporal

Uma das variáveis mais importantes em questões ambientais é a escala de tempo- Um segundo é muito ou pouco tempo? E um século?-. Bem... um segundo pode ser decisivo, e um século pode ser imperceptível. Depende da escala de tempo que você tem que adotar. Por exemplo: se você está num laboratório, contando microrganismos num microscópio, um segundo pode ser decisivo, já que algumas populações duplicam a cada quatro minutos. Porém se você está estudando  o levantamento do nível do mar, um século pode ser insignificante. Na natureza tudo está em constante transformação, o que varia é a velocidade com que elas acontecem.

            Portanto a natureza possui os seus ciclos, cada um possui seu ritmo, que se estabeleceu pela relação harmônica entre eles (como numa escola de samba). O homem também possui seus ciclos ,as mulheres que o digam, E ele também cria outros. O que acontece é que cada vez mais seus ritmos estão desvinculados com a Natureza (e assim acabamos atravessando o samba).

           

Os tempos da natureza

Espacial

A ultima fronteira da ecologia?

O tamanho da área em que diferentes processos ecológicos ocorrem - por exemplo, a fotossíntese ocorre em uma escala celular, medida em microns,  enquanto que os tornados ocorrem com uma escala de paisagem, medidos em dezenas a milhares de quilômetros quadrados.


Diferentes processos físicos e biológicos podem ter interações dinâmicas que operam na mesma escala espacial e temporal. Os processos que atuam em uma escala muito pequena podem aparecer como ruído nas interações com os processos em
escalas maiores. e seu efeito pode ser explicado por processos de média adequada. Os processos que atuam em grande escala podem sertratados como uma variação lenta ou até mesmo condições de viram constantes quando estudamos os seus efeitos sobre os processos em escalas menores (por exemplo, o aumento do nível do mar devido às alterações climáticas ). As técnicas para as interações de escala são razoavelmente bem estabelecidas na geomorfologia (De Vriend, 1991).. Na biologia, no entanto, a dinâmica populacional e da comunidade dão origem a estruturas espaciais e temporais que não são facilmente ligados. Nos últimos anos a importância da escala tem sido cada vez mais reconhecida (Legendre et al., 1997) para um aspecto fundamental da compreensão dos processos bióticos e abióticos que afetam os processos de biogeomorfologia

Quando os portugueses aqui chegaram eles encontraram uma terra que acreditavam ser intacta, segundo eles os índios que aqui viviam, eram preguiçosos de mais, pouco caçavam   e quase não trabalhavam a terra. Só hoje percebemos que muitas matas que acreditava-mos serem virgens, foram na verdade engenhosamente  moldadas pelos índios para atenderem às suas necessidades. As plantas e os animais foram escolhidos e controlados de forma a serem melhor aproveitados.

A grande mágica que fez com que Pedro Alvares Cabral conhecesse um Brasil bem mais bonito do que o que vemos hoje em dia (onde ninguém passava fome). É que os ritmos naturais eram respeitados.

Espero não estar sendo muito romântico, a tecnologia é realmente importantíssima.  Mas ela tem sido utilizada principalmente no aumento da longevidade humana e no aumento da velocidade de nossos meios de produção, pouco tem sido feito quanto a qualidade de vida. E pensando-se com uma escala de tempo muito curta.

Pensando um pouco mais a longo prazo, veremos que daqui a trinta anos será muito comum que morramos com mais de 100 anos de idade. De forma que muitos de nós ainda estarão vivos. Estima-se que a população humana será o dobro da atual. Teremos assim o dobro de bocas para serem alimentadas. Sabemos que as terras estão cada vez menos férteis, que os rios estão cada vez menos piscosos,  que os mares está cada vez mais poluídos e que a água potável já está escassa. Como estarão estes recursos daqui a trinta anos quando terão que sustentar o dobro de humanos?